Adormecidos com o lar

Lembra - te das risadas?
Na curva  da esquina 
Lembra-te menino!


Lembra-te da criança?
De sua doce esperança
Saudades menina!


Caia o anoitecer
E o vento o convidava
 O medo a correr






Nas noites iluminadas
Pela dança dos vagalumes
Vagávamos tranqüilos


O som da musica abafada 
Da fresta da janela azul,
Alguem nos espiava  


E mesmo assim, bailamos .
Quando o tempo parecia voar
Esperávamos  ele chegar


E a madrugada aconchegava
O  silencio  e os sonhos
Adormecidos com o  lar.   


 by Marli Camargo

1 comment:

Renata C., UMA EXPATRIADA (esposa, mae, mulher...) said...

Marli! Acabou que eu me enrolei a epoca do Carnaval e nao publiquei aquela nossa enquete sobre o tema... mas fiz uma mea culpa la' no Blog e citei o seu, OK? Bjka!