"Quando o ser humano for capaz
De olhar cara a cara

Abrindo o coracao
Nao havera agressao
A razao quem sabe
Vai poder desfrutar
Seu espaco e quem sabe
O emocional equilibrar
"

 ETA CAMINHO!
DONDE ESTA O NINHO?
ME LEVE PARA O ALTO
PARA FIRME SENTIR
QUE POSSO RESISTIR


FAZ O SOL CLAREAR ESSE NINHO
FAZ O VENTO DEIXAR O VESTÍGIO
DO AROMA DO VERDE E DA RAIZ


QUEM PLANTA 
E QUEM COLHE
E QUEM FINCA  A RAIZ
E DEIXA A DIRETRIZ
BUSCANDO SER FELIZ



Admiração


"No céu, sempre haverá espaço para voar
    Vento para bailar e nos levar 
    E varias direções para seguir "

by Marli Camargo



Expressando liberdade


"Acredito na liberdade
No voar e expressar
O quanto e bom amar,
Nao cortem minhas asas
Porque ainda assim
Sentarei em uma flor
E ali descansarei "

by Marli Camargo

Bom dia

" Desejo  um bom dia, 
Se passar por aqui
Nao deixe de sorrir "
by Marli Camargo

Me enganei!!!

Vou zelar por voce 
Nunca permitir sofrer
Te ensinarei poemas
Cantarei na sombra das arvores
Caminharemos entre gansos
Macacos e patos
Mas minha querida 
Nao esquece 
De guardar o segredo
Do eterno carinho 
Que tenho por ti
E das lembranças
Que carrego aqui.


Quando algo e revelado
Ai vem a tensão
Mas como?Porque?
Nao te dei essa liberdade
Tudo isso e   maldade
Tenho medo de voce
Faz favor, mantenha distancia
Você nao e digna de receber
O carinho que tenho por voce.


Tensão vai e tensão vem
A comunicação se fechou
A mentira se alastrou
E o odio, hummm
Esse se vestiu
E na boca do povo
Logo manifestou
E um tenso clima
Logo  gerou.


Mas tudo bem
Quem ja viu  a historia
Ja conhece a manipulação
Carrega na mão
A chantagem
Falta de piedade
E deixou pra tras
A chamada irmandade
E  assim desprezou a
Singela  solidariedade 


by Marli Camargo










Jovem atrapalhado

Um Crash ocorreu
Meu carro foi danificado
O responsável não tinha licença
E todos ficamos sem muita paciência
Os carros foram retidos
E o processo burocrático aquecido
Dias e dias para uma procuração
Enfim a manifestação do Juiz
O seguro cobriu as despesas
Minha manifestação
Deu lugar a tristeza
Horas e horas perdidas
Sobe e Desce,
assina aqui, assina ali
E graças ao Sr Pepe
Meu carro chegara a oficina
Para ser recuperado
Da batida de um jovem
Bastante atrapalhado





Velhas e belas

Como as folhas, caimos
E como as arvores nos despimos
das belas e velhas folhas
para esperar as novas,
que apos o outono virao,
trazendo beleza, frutos
e novas cores.
Estou despida das velhas folhas.
A espera da primavera,
de novas sementes, flores e cores.

Amigo imaginário

Quero ser teu amigo .
Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe e nem tão perto .
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te como próximo, sem medida,
E ficar sempre em tua vida .
Da maneira mais discreta que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade .
Sem jamais te sufocar.
Sem forçar a tua vontade.
Sem falar quando for a hora de calar.
 E sem calar quando for a hora de falar.
 Nem ausente nem presente por demais.
 Simplesmente, calmamente, ser-te paz. .
 É bonito ser amigo
 Mas confesso, É tão difícil aprender,
 Por isso, eu te peço paciência
 Vou encher este teu rosto
 De alegrias, lembranças! 
 Dê-me tempo.
 De acertar nossas distâncias !!!


O conto da furia e da tristeza

Em um reino encantando, onde os homens nunca podiam chegar, ou quisera onde os homens transitavam livremente sem se darem conta, onde as coisas tangíveis se transformavam em concretas, tinha um lago maravilhoso, com agua límpida e turquesa, onde os peixes com cores deslumbrantes nadavam, as tartarugas descansavam sobre as pedras e onde as tonalidades do verde se refletiam permanentemente.
Um dia, a tristeza e a furia ambas fazendo companhia uma para a outra decidiram tirar suas vestes e nadar naquele lago mágico.
A furia, para variar sempre apressada, urgia sem mesmo saber porque, banhou se e rapidamente saiu d'agua.
Mas sendo cega, pelo menos nao distingue claramente a realidade ainda desnuda e apressada e acabou colando as primeiras vestimentas que encontrou no chão, mas a roupa nao era a dela, mas da tristeza.E vestida de tristeza a furia se foi.


Muito calma e serena, disposta como sempre a ficar onde estava, a tristeza terminou de nadar e sem pressa, ou sem a consciência do tempo, saiu lentamente da lagoa. Na beira da lagoa la estava algumas vestimentas. Ela notou que nao eram as suas, e buscou pelas suas e nao encontrou. 
Como sabemos se tem uma coisa que a tristeza não gosta de ficar totalmente nua, assim que logo colocou a roupa que estavam la. A roupa da furia.
Desde então, conta que muitas vezes ao encontrar se com a furia esta sempre esta  cega, cruel, terrível e enfadada, mas se pararmos para olha-la bem, notamos  que a furia que vemos e so um disfarce, e que de tras desse disfarce da furia, na realidade esta  escondida a tristeza.

Bring forth

"If you bring forth what is within you, what you bring forth will save you.
 If you do not bring forth what is within you, what you do not bring forth will destroy you"

Ser filha

"Ser filha  não e moleza
Ter filhas,  t
ão  pouco
Cuidar, orientar e ensinar

São  tarefas diarias
Que so  muito  amor
Pode curar qualquer dor
Gerada no processo da educa
ção 
Que frustam a satisfação 
E nos fazem repudiar nos filhos
O que odiamos em nos mesmos,
tornando os filhos bons, nosso  recanto
E os filhos dificeis em nossos maestros"


Posted by Picasa

Ser Mulher



"A verdadeira beleza de uma mulher se manifesta
na grandeza de sua alma,
onde resplandece sua riqueza espiritual
sua compaixao diante da dor
sua dedicação ao servir
sua disposição para perdoar
e sua inesgotável capacidade de amar"


by Angela Marulanda


Descobrimos nosso valor, não quando necessitamos que alguém nos diga que temos ou somos, mas quando, com nossas atitudes, demonstramos  para um amigo e também  para os que se fazem de inimigo que o valor esta na alma e não em atitudes mesquinhas, soberbas e pequenas.

Posted by Picasa

INVERNO na Cidade da Eterna Primavera

"O Inverno chegou por aqui
As manhas comecam ali
Com um lindo sorriso
Da eterna primavera
Que ate no inverno
Declara com orgulho
O quanto e bela"

by Marli Camargo
Posted by Picasa

SILENCIO


Saudades

Hoje recebi no meu gmail o poste da ttp://vizinhosdeutero.blogspot.com/2010/11/25-relato.html,
que  sempre permite as lagrimas lubrificarem minha retina e me faz esconder o rosto, evitando que alguem faça aquela pergunta inteligente.
- "Esta chorando?".
Incrível, como os gêmeos tem semelhanças cruciais e Jemine descreve muito bem em seu blog tudo isso.
Alias, como eu, ela também tem uma irmã que mora  no exterior. E hoje ,ela escreveu algo assim referindo a separação de sua irma, por razões de matrimônio.
" Olha, eu vou logo ali, viver minha vida e depois eu volto".
E essa mesma sensação que esses dias tenho levado dentro de mim. 
"Voltarei logo, me espera".
Essa semana escrevi para a minha querida vizinha do utero,  com toda a certeza do mundo , que um dia vamos juntas viajar, somente ela e eu, talvez para Nova York,de novo, talvez  a Cancun, deitar na praia e não fazer  absolutamente nada, so conversar, chorar, rir, tomar sol e ate fazer top less, sem que ninguem nos veja, e claro.
E ela contestou.
- "Com certeza, como nos velhos tempos". 
Aquele momento, meu desejo era comprar uma passagem pra ela, reservar um hotel para nos duas, e busca-la no aeroporto com flores. Era so isso que queria.
Nossa distancia nao e tanta para sabermos quando uma esta precisando da outra. Precisando falar, precisando  de um abraco, de um olhar revelador, de uma risada gostosa, das bobeiras faladas e dos tempos gastos com discussões, infrutiferas. 
Minha vizinha de utero, minha alma grita a saudades de ti e como Rubens Alves diz:
"A saudade e nossa alma dizendo onde ela quer voltar", e ressalta...
"Deus existe para tranquilizar a saudade".
E nosso amigo querido Rubinho Ciola, ainda dizia:
" A saudade e um lado transparente onde reflete a imagem da pessoa querida"
Te amo querida, te amo muito, sinto sua presença e sua falta tambem.

VIDA

"Vi as ondas levando minhas pegadas
Vi outras  traçadas para o bom caminho
Nadei contra uma mare da obsessão
Para entender a razão de dizer não
Boiei nas aguas  azuis e cristalinas 
Juntos com as garças  mirei o mar
E na imensidão me perdi
Arriscando acreditar que
Sempre e bom recomeçar".
by Marli Camargo