RETROSPECTIVA


E ai esta! Como todos os anos ele chega para dizer adeus. E através dele e com ele fazemos uma retrospectiva seja individual ou coletiva. As retrospectivas normalmente são recheadas de doces ou amargas memórias, que fizeram nossa historia.
No geral, foi um ano bom. Um ano de encontros com os amigos e desencontros com os que se fizeram de amigos. 
Foi um ano onde a dignidade falou alto e baixinho também. Onde o amor poderia ser melhor distribuído e se concentrou em tão pouco. Onde o perdão, hasteou a bandeira e quis esvoaçar no vento, mas descobriu que sozinho, não se pode chegar em lugar nenhum.Ele precisa estar acompanhado do amor, da força e da decisão, do contrario, não se pode levantar uma bandeira sozinha.
Ano, onde um livro foi lançado publicamente e paginas da vida divulgada aleatoriamente. Onde a covardia mostrou a cara nas relações, e o medo se aproveitou e inventou mentiras, as quais zombaram de muitos e quis se infiltrar, mas, o branco no branco se manifestou, e  graças a verdade muita coisa se revelou.
Um ano de luzes e sombras. Um ano de vitorias e derrotas. Um ano de estudos, questionamentos e bons relacionamentos, onde por varias manhãs, o sol rompeu a nuvem trazendo a beleza da claridade e na noite, os trovões romperam as mesmas trazendo ameaças de fortes chuvas. No final, a chuva refrescante pousou sobre o teto, e a mais bela musica foi ouvida. Escorrendo para todos os lados e trazendo com ele o frescor, e o cheiro da terra molhada e os deliciosos frutos, cultivados com o tempo.
Ano que duvidas pereceu no ar, mas a Fé a inimiga dela, contribui para remover os montes, deixando um horizonte visível, onde o céu e o mar se encontram, e  as cores do arco iris e revelada, recordando a sempre aliança, que  nenhum ‘pacto’ humano e capaz de quebrar e tão pouco os tsunamis arrastar.
Um ano, onde algumas telas foram penduradas e fotos reveladas refletindo momentos preciosos de alegria, tranqüilidade, criatividade e paz.
Tardes com fortes ondas e noites com maré altas, que trouxe o lixo das profundezas e revelou a importância de vigiar e não contribuir com mais lixo, em um mundo que já esta saturado.
Um ano a mais se despede, e junto me despeço também. Mas já quero abraçar e dar as Boas Vindas ao Novo Ano que uma certeza tenho, será (bem) melhor, com lutas,aflições sim, mas envolto na graça e paz .

FELIZ 2011.

by Marli Camargo

Separação


Devastador 
Repentina para muitos
E traz a pura dor
Sofrimentos, sentimentos

Os detalhes são lembrados
Mas querem ser esquecidos
Fotos, viagens, poemas
Escritos com amor
Serão destruídos
Com a obra do tempo
Que o vento levou

São punhais pontiagudos
Que ferem o coração
Estraçalham as vidas
Esquartejam os corpos
Por uma boba  paixão

Esvanecidos os planos
Os sonhos, os filhos
Apagar da memória
Os lugares comuns
Os amigos divididos
Muitos excluídos

Não ha muito que dizer
Nao ha muito que fazer
Ela veio e esta ai
Basta agora refletir
E uma nova vida seguir
E o que restou?
Quase nada
Apenas Um.

by Marli Camargo










Meu presente de Natal


Alguns dias antes mesmo de começar o mes de Dezembro, os eventos começam preencher nossas agendas.Todos  querem saludar uns aos outros, sair para jantar, estar entre amigos, celebrar as metas alcançadas na empresa e tudo e motivo para a decoração, reunião e celebração.
A parte disso, para os cristianos o motivo principal e o nascimento de Cristo, o qual, quando convidado para aquele bate papo pessoal, ou aquela peleia individual, sempre, mas sempre nos tira as lagrimas  por a cada dia revelar nos Sua eterna e sempre graca.   
Ontem, no meio de uma das celebrações natalinas entre amigos queridos da comunidade Sudaca, todos sentiram essa presença maravilhosa.
No jardim de uma casa típica mexicana, com sabores gastronômicos natalinos  a moda do Peru, nostalgia argentina, a alegria brasileira, o carinho boliviana,a liderança equatoriana, a beleza colombiana, a vitória dos chilenos  e o calor dos sul americanos.
Uma vez 'contratada' como fotografa oficial do grupo, registrei a chegada de um pai e uma filha que chegaram juntos para o nosso evento natalino. Ele, já o conhecíamos, mas a filha era a primeira vez no nosso meio.
A câmara não revelou a profundidade daquela chegada, mas as horas compartilhadas com eles sim.
Um sorriso, um orgulho, uma alegria, um carinho do pai para com a filha que mais e mais foi se revelando e deixando nos agradecidos pelos amigos ali presentes.
Mas o que havia de tanto especial entre pai e filha nesse dia?
Eu particularmente digo, renovação dos laços, o amor, o perdão e obvio a presença do Divino.
Por 18 anos ambos já não se falavam por varias questões que a vida los impuseram, que não cabe aqui mencionar, mas ontem entre tantos sabores, cores, alegria, lagrimas, celebração uma grande revelação no meio desse grupo especial os Sudacas.O perdão entre pai e filha, e um abraço terno,revelado nas palavras e gestos.
Foi maravilhoso estar ali, e mas, sentir esse amor e perdão entre essa família.
Os Sudacas tem sido um grupo especial em nossas vidas aqui no México, um grupo amoroso, um grupo amigo, alegre, um grupo eu diria excepcional que quem como expatriado longe de sua família sente a dor e saudades dos entes queridos.
Esse grupo vem amenizar isso e em nome deles nos sentimos amados e parte de uma sociedade que mesmo distinta da nossa nos concede tanto.
Chega a hora da despedida, com promessas de nos reencontramos em breve,e  baixinho o senhor, pai que reconciliou com sua filha e la estava conosco celebrando, revela ao  pe do meu ouvido.
“Sou ateu, mas começo acreditar nesse seu Deus que você  nos fala com  ternura, e pela beleza expressa na sinceridade das suas palavras”. 
E assim, o Espírito se revela no nosso meio.Esse foi o meu presente de Natal nesse ano de 2010. 

“Sudacas, los quiero mucho”.


by Marli Camargo




Gratidao



No tempo de dor,
Nasceu algo especial
O que mais preenche
Meu pequeno coração
A sempre eterna
Admirável Gratidão

São alguns poemas
Em forma de gratidão
Que mesmo pequenas
As crianças aprenderão
A recitar a cada dia 
Desde o coração



by Marli Camargo


Personal Responsability

"When you' re in pain, you  tend to blame others.
Pinning your blame on someone else allows you  to feel justified in you anger.
Once freed from responsibility for your problems by place blame elsewhere, you can wallow in self-pity.
By choosing to wallow, you give up your power and get only resentment in return. Anger costs too much.


Accepting personal responsibility for your problems, you are empowered to try new strategies in order to satisfy your needs." by Carol D. Jones .





De verdade, acho que todos passam por isso, um momento difícil de sua vida, acaba sendo responsabilidade do outro.

E infelizmente tantos rotulos são fixados nas pessoas.
Ha  os quem não permitem  que a 'cola' do rotulo se encaixe no seu produto, mas infelizmente ha muitos que carregam isso a vida toda, e acabam tornando-se e praticando seus atos porque ela acredita mesmo que as pessoas as vêem assim.
E isso começa desde a infância, refletindo na vida adulta e nas relações com as pessoas.

Para ser maldosa então, basta que alguém lhe diga -  você e maldosa !! e com isso te encaixar nos mais baixos segmentos da maldade.

Que bom, que aprendi a não carregar esses rótulos comigo, porque os rótulos que colaram em mim foram:
Amorosa, bondosa, hospitaleira, meiga, forte, trabalhadeira,vencedora e isso me deu e me faz uma pessoa especial, principalmente para os olhos daquele que me criou. Alias,foi ele mesmo que disse que eu era a pupila dos olhos D’ele.
Quem convive comigo, quem me conhece, quem me ama sabe o que meu coração e minha alma estão cheios.

Para os que têm duvida, infelizmente não se pode fazer nada, so deixar o tempo revelar o que já tem revelado e esperar que esse tempo traga um coração humilde onde pedir perdão ao Pai e aos demais pelas dores causadas possam ser presente, e assim podemos refletir o que a imagem Daquele que fomos criados semelhantes.














GRACIAS A LA VIDA

Gracias a la vida, que me ha dado tanto
Me dió dos luceros, que cuando los abro
Perfecto distingo, lo negro del blanco
Y en el alto cielo, su fondo estrellado
Y en las multitudes, el hombre que yo amo

Gracias a la vida, que me ha dado tanto
Me ha dado el oído, que en todo su ancho
Graba noche y día, grillos y canarios
Martillos, turbinas, ladridos, chubascos
Y la voz tan tierna, de mi bien amado

Gracias a la vida, que me ha dado tanto
Me ha dado el sonido, y el abecedario
Con el las palabras, que pienso y declaro
Madre, amigo, hermano y luz alumbrando
La ruta del alma del que estoy amando

Gracias a la vida, que me ha dado tanto
Me ha dado la marcha, de mis pies cansados
Con ellos anduve, ciudades y charcos
Playas y desiertos, montañas y llanos
Y la casa tuya, tu calle y tu patio

Gracias a la vida, que me ha dado tanto
Me dió el corazón, que agita su marco
Cuando miro el fruto del cerebro humano
Cuando miro el bueno tan lejos del malo
Cuando miro el fondo de tus ojos claros

Gracias a la vida, que me ha dado tanto
Me ha dado la risa y me ha dado el llanto
Así yo distingo dicha de quebranto
Los dos materiales que forman mi canto
Y el canto de ustedes, que es el mismo canto
Y el canto de todos, que es mi propio canto
Y el canto de ustedes, que es mi propio canto


by Mercedes Sosa

FACETAS

Não canso de acreditar
Que o ser e 'sobrenatural'
Que não ha nada igual
Hoje se fala de amor
Amanha de horror

Se constrói estorias
Inventadas pela mente
E  a alma parece 
Se esquecer
Do amor permanente

Falamos em  seguir adiante
Esquecer o passado
E o presente que doi
Parece que nada
Mas nada, se constrói

Nos referimos aos grandes
Poetas, artistas e mártires
E na realidade da vida
Somos incapazes de ouvir
E uma palavra ( doce) dirigir

Sonhamos ser grande influencia
Ter seguidores, admiradores
E ao refletir a imagem do eu
Pedimos que se calem
Melhor, que nao revelem 

Respaldada pela  Fe
No Grande  dos Grandes
Que o amor ensinou
Ocupa outra dimensão
De  um outro coração
Que  não entendo não .



EGOCENTRISMO

Chegar no topo de uma  carreira,
Alcançar tantos sonhos
Influenciar tantas pessoas
Ser respeitado por tantas outras
Tudo, pode  ir por agua abaixo
Em questões de segundos
Simplesmente por razões
Onde o egocentrismo,
A enfermidade do querer
A enfermidade do poder
De pensar somente no prazer
Ou então, buscar preencher um vazio
Vazio que ninguém ve,
Poucos sabem
Ou necessidade do outro te conhecer
Te amar e ser amado
Atitudes como essas poe em risco
Uma historia,a moral, uma familia
Uma profissão, uma missão, um ser.
E aqui me ponho a pensar
Que a direcao nao pode desviar
Quando o propósito de viver
Esta acima do ter e poder.




ENTREVISTANDO EXPATRIADOS

Vejam uma entrevista no 'ENTREVISTANDO EXPATRIADOS'.http://expatriados.wordpress.com/2010/12/05/pe-na-estrada-agora-no-mexico/







"Quando o ser humano for capaz
De olhar cara a cara

Abrindo o coracao
Nao havera agressao
A razao quem sabe
Vai poder desfrutar
Seu espaco e quem sabe
O emocional equilibrar
"

 ETA CAMINHO!
DONDE ESTA O NINHO?
ME LEVE PARA O ALTO
PARA FIRME SENTIR
QUE POSSO RESISTIR


FAZ O SOL CLAREAR ESSE NINHO
FAZ O VENTO DEIXAR O VESTÍGIO
DO AROMA DO VERDE E DA RAIZ


QUEM PLANTA 
E QUEM COLHE
E QUEM FINCA  A RAIZ
E DEIXA A DIRETRIZ
BUSCANDO SER FELIZ



Admiração


"No céu, sempre haverá espaço para voar
    Vento para bailar e nos levar 
    E varias direções para seguir "

by Marli Camargo



Expressando liberdade


"Acredito na liberdade
No voar e expressar
O quanto e bom amar,
Nao cortem minhas asas
Porque ainda assim
Sentarei em uma flor
E ali descansarei "

by Marli Camargo

Bom dia

" Desejo  um bom dia, 
Se passar por aqui
Nao deixe de sorrir "
by Marli Camargo

Me enganei!!!

Vou zelar por voce 
Nunca permitir sofrer
Te ensinarei poemas
Cantarei na sombra das arvores
Caminharemos entre gansos
Macacos e patos
Mas minha querida 
Nao esquece 
De guardar o segredo
Do eterno carinho 
Que tenho por ti
E das lembranças
Que carrego aqui.


Quando algo e revelado
Ai vem a tensão
Mas como?Porque?
Nao te dei essa liberdade
Tudo isso e   maldade
Tenho medo de voce
Faz favor, mantenha distancia
Você nao e digna de receber
O carinho que tenho por voce.


Tensão vai e tensão vem
A comunicação se fechou
A mentira se alastrou
E o odio, hummm
Esse se vestiu
E na boca do povo
Logo manifestou
E um tenso clima
Logo  gerou.


Mas tudo bem
Quem ja viu  a historia
Ja conhece a manipulação
Carrega na mão
A chantagem
Falta de piedade
E deixou pra tras
A chamada irmandade
E  assim desprezou a
Singela  solidariedade 


by Marli Camargo










Jovem atrapalhado

Um Crash ocorreu
Meu carro foi danificado
O responsável não tinha licença
E todos ficamos sem muita paciência
Os carros foram retidos
E o processo burocrático aquecido
Dias e dias para uma procuração
Enfim a manifestação do Juiz
O seguro cobriu as despesas
Minha manifestação
Deu lugar a tristeza
Horas e horas perdidas
Sobe e Desce,
assina aqui, assina ali
E graças ao Sr Pepe
Meu carro chegara a oficina
Para ser recuperado
Da batida de um jovem
Bastante atrapalhado





Velhas e belas

Como as folhas, caimos
E como as arvores nos despimos
das belas e velhas folhas
para esperar as novas,
que apos o outono virao,
trazendo beleza, frutos
e novas cores.
Estou despida das velhas folhas.
A espera da primavera,
de novas sementes, flores e cores.

Amigo imaginário

Quero ser teu amigo .
Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe e nem tão perto .
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te como próximo, sem medida,
E ficar sempre em tua vida .
Da maneira mais discreta que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade .
Sem jamais te sufocar.
Sem forçar a tua vontade.
Sem falar quando for a hora de calar.
 E sem calar quando for a hora de falar.
 Nem ausente nem presente por demais.
 Simplesmente, calmamente, ser-te paz. .
 É bonito ser amigo
 Mas confesso, É tão difícil aprender,
 Por isso, eu te peço paciência
 Vou encher este teu rosto
 De alegrias, lembranças! 
 Dê-me tempo.
 De acertar nossas distâncias !!!


O conto da furia e da tristeza

Em um reino encantando, onde os homens nunca podiam chegar, ou quisera onde os homens transitavam livremente sem se darem conta, onde as coisas tangíveis se transformavam em concretas, tinha um lago maravilhoso, com agua límpida e turquesa, onde os peixes com cores deslumbrantes nadavam, as tartarugas descansavam sobre as pedras e onde as tonalidades do verde se refletiam permanentemente.
Um dia, a tristeza e a furia ambas fazendo companhia uma para a outra decidiram tirar suas vestes e nadar naquele lago mágico.
A furia, para variar sempre apressada, urgia sem mesmo saber porque, banhou se e rapidamente saiu d'agua.
Mas sendo cega, pelo menos nao distingue claramente a realidade ainda desnuda e apressada e acabou colando as primeiras vestimentas que encontrou no chão, mas a roupa nao era a dela, mas da tristeza.E vestida de tristeza a furia se foi.


Muito calma e serena, disposta como sempre a ficar onde estava, a tristeza terminou de nadar e sem pressa, ou sem a consciência do tempo, saiu lentamente da lagoa. Na beira da lagoa la estava algumas vestimentas. Ela notou que nao eram as suas, e buscou pelas suas e nao encontrou. 
Como sabemos se tem uma coisa que a tristeza não gosta de ficar totalmente nua, assim que logo colocou a roupa que estavam la. A roupa da furia.
Desde então, conta que muitas vezes ao encontrar se com a furia esta sempre esta  cega, cruel, terrível e enfadada, mas se pararmos para olha-la bem, notamos  que a furia que vemos e so um disfarce, e que de tras desse disfarce da furia, na realidade esta  escondida a tristeza.

Bring forth

"If you bring forth what is within you, what you bring forth will save you.
 If you do not bring forth what is within you, what you do not bring forth will destroy you"

Ser filha

"Ser filha  não e moleza
Ter filhas,  t
ão  pouco
Cuidar, orientar e ensinar

São  tarefas diarias
Que so  muito  amor
Pode curar qualquer dor
Gerada no processo da educa
ção 
Que frustam a satisfação 
E nos fazem repudiar nos filhos
O que odiamos em nos mesmos,
tornando os filhos bons, nosso  recanto
E os filhos dificeis em nossos maestros"


Posted by Picasa

Ser Mulher



"A verdadeira beleza de uma mulher se manifesta
na grandeza de sua alma,
onde resplandece sua riqueza espiritual
sua compaixao diante da dor
sua dedicação ao servir
sua disposição para perdoar
e sua inesgotável capacidade de amar"


by Angela Marulanda


Descobrimos nosso valor, não quando necessitamos que alguém nos diga que temos ou somos, mas quando, com nossas atitudes, demonstramos  para um amigo e também  para os que se fazem de inimigo que o valor esta na alma e não em atitudes mesquinhas, soberbas e pequenas.

Posted by Picasa

INVERNO na Cidade da Eterna Primavera

"O Inverno chegou por aqui
As manhas comecam ali
Com um lindo sorriso
Da eterna primavera
Que ate no inverno
Declara com orgulho
O quanto e bela"

by Marli Camargo
Posted by Picasa

SILENCIO